wO Interior

Blogue do Jornal "O Interior"



wEstamos aqui

-- O Interior online --



wBlogues

Abrupto

A Oeste Nada de Novo

Aviz

Blogue dos Marretas

Blog de Esquerda

Conversas de Café

Cruzes Canhoto

Dicionario do Diabo

Flor de Obsessao

Gato Fedorento

O Meu Pipi

Ponto Media

Valete Fratres!


wCorreio Azul

ointerior@ointerior.pt



wArquivos:

07/01/2003 - 08/01/200308/01/2003 - 09/01/200309/01/2003 - 10/01/200310/01/2003 - 11/01/200311/01/2003 - 12/01/200312/01/2003 - 01/01/200404/01/2004 - 05/01/200407/01/2004 - 08/01/2004



This page is powered by Blogger. Why isn't yours?
wsexta-feira, julho 23, 2004


TÍTULOS GRATUITOS (1)
LANCE LEGSTRONG


Antonio at 2:01 da manhã


wterça-feira, julho 20, 2004


SOUNDBITES GRATUITOS (2)
Diabolizemos o Santanismo.



Antonio at 11:14 da tarde


wquarta-feira, julho 14, 2004


SOUNDBITES GRATUITOS (1)
Sou o dono da Verdade. Acabei de a comprar por cinquenta euros a um criador de cães.

Antonio at 7:56 da tarde


wterça-feira, abril 13, 2004


Cidades

O estudo que o Expresso apresentou sobre as cidades dava protagonismo surpreendente a Bragança, que foi considerada em quarto lugar, e deixava mal a Guarda, em 23º lugar. Quem viaja e vai, também para norte, e não apenas ao Algarve, não ficou surpreendido. As cidades transmontanas deram um enorme salto e desenvolveram-se. Tudo ao contrário do que acontecew com a Guarda que continua dependente dos serviços e não se desenvolve. Vila Real e Bragança já deixaram a Guarda para trás. E de que maneira.

o interior at 9:19 da tarde


w


A Cidade de Deus

Podia ser na favela do Zé Pequeno - a estrela do filme mais conhecido do cinema contemporâneo do Brasil - mas é na Rocinha: as guerras entre bandos levam a morte a um bairro de miséria. O retrato do filme "A Cidade de Deus" ´´e muito próximo da realidade e recomenda-se. A possibilidade de construção de um muro que isole a "Rocinha" evidencia a incapacidade das autoridades para resolverem o problema da favela.

o interior at 9:15 da tarde


wsexta-feira, abril 09, 2004


Esta é uma Páscoa quente. Enquanto o terror ameaça por todo o ocidente, os portugueses estão todos de férias. Mais de meio milhão foi para o Algarve, outros tantos andam a passear pelo campo, alguns subiram até à Serra da Estrela, ninguém sabe onde andam os dois milhões de pobres que o país tem, mas do que não há dúvidas é que há muita gente rica neste país. Trinta anos depois de Abril, de muito Governo socialista e de Mário Soares ter sido dez anos presidente da República ainda somos um país de grande contradição entre pobres e ricos.

o interior

o interior at 3:43 da tarde


wterça-feira, dezembro 30, 2003


SERRA DA ESTRELA

Este final de ano deverá ser o melhor de sempre, no que concerne à atracçaão de visitantes, na Serra da Estrela. É pena que a Guarda fique um pouco à margem de toda esta dinãmica.
A Covilhã, Manteigas e Seia são os centros urbanos onde o movimento se tem feito notar. A pista de esqui do Sameiro está mal aproveitada, mas em compensação, as Penhas da Saúde e a neve nas Penhas Douradas estão excelentes. A serra supera-se e marca a diferença nesta passagem de ano.


o interior at 4:36 da tarde


wquinta-feira, dezembro 04, 2003


O TEIXEIRA

A Câmara da Guarda convidou António José Teixeira, natural da Guarda e director do JN, para discursar na sessão solene do dia da cidade. Terão pensado os nossos autarcas que esta seria uma forma interessante de dar voz a uma destacada personalidade da cidade, ainda que ausente. António Teixeira não deixou créditos por mão alheias e perguntou «que guarda a Guarda?». Foi um discurso critico, num dia que esperavam fosse de harmonia. A verdade é que Teixeira está de costas para a Guarda à muito tempo, mas continua atento. Em vez de querer ser figura para levar palmadinhas nas costas, criticou o imobilismo. Muito bem.

o interior at 5:38 da tarde